Seguidores

22 de dez de 2010


Não finca teus pés no chão,
a vida tem caminhos,

escolhe o teu e pisa forte sobre ele.
Rosas encontrarás, espinhos também.
Segue em passos largos,
deixa tuas pegadas
por onde passares. Acredita.
(fatima fontenelle)

4 comentários:

  1. Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
    Um grande abraço literário,

    João Bosco Maia

    ResponderExcluir
  2. Fátima, parabéns pelo seu blog, por sua produção poética.
    Obrigada por seguir meu blog.
    Seremos amigas.
    Você é muito simpática.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. vOCÊ UMA VERDADEIRA VENDEDORA DE SONHOS. TODOS OS HUMANOS O SÃO. FELIZMENTE. O SONHO ACABOU, A VIDA SE FOI.
    SINTA NO MEU POEMA:

    RIMAS DE SAUDADE

    Francisco Miguel de Moura*


    Vera a prima, passando, tão fagueira,
    Morena e alta, de beleza o exemplo
    De mulher do nordeste e brasileira,
    Lembra bem a avó num outro tempo .

    O tempo volta e não volta, inatingível,
    Cruel ou não, não repetirá servível.

    O que era jovem, na avozinha, oh dor!
    Apagando-se foi na fogueira do amor.

    Adeus hormônios, olhares, santo Deus,
    Fogosos brilhantes, os dela e os meus!

    É a neta que passa, a avó não é capaz,
    Sentada na cadeira, o avô bem longe, atrás.

    Além desta lembrança, a afeição que rima
    Com a beleza jovem da sobrinha-prima.

    É isto uma lembrança ou uma saudade?
    Quem haveria de saber, quem há de?

    __________________
    * Francisco Miguel de Moura, poeta brasileiro

    ResponderExcluir
  4. ✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

    "Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

    Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

    Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

    Bjuxx e xeroo

    Juliana Carla
    brailledalma.blogspot.com

    Ps.: Sinto muito pela demora para vir lhe visitar. O meu tempo está cada vez mais curto. Enfim, obrigada por seguir o BRAILLE DA ALMA. Seja bem-vinda! Também lhe seguirei. Felicidades.

    ResponderExcluir

A menina que fui um dia

A menina que fui um dia

Nosso perfume solto ao vento

Nosso perfume solto ao vento

Sou assim.....

Sou assim.....
Mulher... Menina....E um sonho!

Almas que se encontram...

Almas que se encontram...

tem dias

tem dias
Tem dias que sou eu mesma, em outros não sei quem sou. Tem horas que sou saudade e em outras sou só amor! (fatima fontenelle)

Lembro Você!

Lembro Você!
Na penumbra do meu quarto lembro você, vejo nós dois, nossos corpos, nossos delírios e nossa entrega. (fatima fontenelle)

Eu aprendi....

Eu aprendi....
Aprendi que não existe felicidade plena, existem momentos felizes e que o amor não resisti ao tempo, adormece para acordar tarde demais.... (fatima fontenelle)

eu sempre eu

eu sempre eu
Um pouquinho da criança que existe em mim......

Acordei triste....

Acordei triste....
Acordei tão triste, com saudade de você; que sumiu de minha vida, sem nada me dizer. Meus dias estão longos; minhas noites sem luar, minha cama está vazia; nos meus braços não estás. No meu pensamento, te procuro e te encontro; nos meus sonhos é teu lugar. No meu coração fazes morada; no meu carinho teu prazer; e nos meus beijos teu calor. O meu corpo clama o teu; o teu cheiro tá em mim . e minha entrega é um êxtase de desejo e de amor. De repente eu acordo e do meu sonho eu desperto, e você não mais está. (fatima fontenelle)