Seguidores

30 de ago de 2009


Lá estava eu sozinha, olhando as águas azuis do mar; meus pensamentos transitando, desordenadamente sem parar; no vai e vem de cada onda, eu me perdia a sonhar, no silêncio só escutava o meu coração a palpitar... Muito longe eu ia seguindo, como um barco a navegar, e no céu avistei uma linda gaivota a voar; ela trazia em suas asas, muita magia pra me encantar e voava muito além e o infinito parecia querer alcançar... E assim eu permanecia, silenciosamente a imaginar, o meu olhar enigmático, sem direção a procurar; repentinamente fechei os olhos e começei a chorar eram lágrimas de felicidade, uma canção ouvi tocar... Ela ecoava de muito longe, vinha vindo de algum lugar; lindas palavras de amor eram cantadas e recantadas em melodias que me seduzem, que traduzem grande emoção, me fazendo mais feliz, embalando a minha triste solidão... A música está no ar, nas ondas que vão e vem no vento que vai passar, em todo azul do mar; na brisa que toca meu rosto e minha face vem afagar ; no beijo que molha meus lábios, me deixando a sonhar... És tu, que sutilmente me levas a docilmente delirar na minha imaginação eu te vejo a caminhar teus pés pisam pausadamente, nas brancas areias do mar desenhando um coração para as águas o levar... E nele eu vi escrito: estou a te esperar a gaivota que sobrevoava era eu a te olhar e a canção que tu escutas, são versos pra te fascinar; declarando eu te amo e que vamos namorar... (fatima fontenelle) 29/08/09

2 comentários:

  1. Oi Fátima, tudo por aqui é muito lindo!
    Suas fotos suas poesias são lindas, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Vim aqui para agradecer por me seguir e me deparei com tanta beleza que perdi o fôlego!!!

    Seus textos são maravilhosos,principalmente aquele que descreve quem é você!!!! Sinto-me do modo que descreveu é adoro quando leio algo que se ajusta aos meus pensamentos.Virei sempre, tenha a certeza!!!

    Um beijo carinhoso!Sonia Regina.

    ResponderExcluir

A menina que fui um dia

A menina que fui um dia

Nosso perfume solto ao vento

Nosso perfume solto ao vento

Sou assim.....

Sou assim.....
Mulher... Menina....E um sonho!

Almas que se encontram...

Almas que se encontram...

tem dias

tem dias
Tem dias que sou eu mesma, em outros não sei quem sou. Tem horas que sou saudade e em outras sou só amor! (fatima fontenelle)

Lembro Você!

Lembro Você!
Na penumbra do meu quarto lembro você, vejo nós dois, nossos corpos, nossos delírios e nossa entrega. (fatima fontenelle)

Eu aprendi....

Eu aprendi....
Aprendi que não existe felicidade plena, existem momentos felizes e que o amor não resisti ao tempo, adormece para acordar tarde demais.... (fatima fontenelle)

eu sempre eu

eu sempre eu
Um pouquinho da criança que existe em mim......

Acordei triste....

Acordei triste....
Acordei tão triste, com saudade de você; que sumiu de minha vida, sem nada me dizer. Meus dias estão longos; minhas noites sem luar, minha cama está vazia; nos meus braços não estás. No meu pensamento, te procuro e te encontro; nos meus sonhos é teu lugar. No meu coração fazes morada; no meu carinho teu prazer; e nos meus beijos teu calor. O meu corpo clama o teu; o teu cheiro tá em mim . e minha entrega é um êxtase de desejo e de amor. De repente eu acordo e do meu sonho eu desperto, e você não mais está. (fatima fontenelle)